Perguntas Frequentes

Reunimos várias dúvidas que nossos leitores perguntaram. É possível que te ajude a responder as suas ou encaminhe para links para o local certo.

”1.
Fisiatra é o médico clínico das pessoas que apresentam qualquer doença incapacitante. É o médico especialista em dor e reabilitação.
”2.
Entre muitos temos: dores na coluna, tendinites, bursites, LER (lesão por esforço repetitivo), DORT (distúrbio osteo-muscular relacionado ao trabalho), artrose, oesteoartrose, síndrome miofacial, fibromialgia, hérnia de disco, dores neuropáticas, entorses, reabilitação de fraturas, sequelas de derrame (Acidente Vascular Cerebral), hemiparesia, paraplegias, amputações, enfisema, paralisia cerebral, tremores, distúrbios de movimento, miopatias e infartos.
”3.
Através de uma consulta médica, o Médico Fisiatra define o diagnóstico da doença, suas repercussões funcionais, a capacidade residual e potencial do paciente. O Fisiatra avalia o indivíduo de forma abrangente, com enfoque biopsicossocal, visando ganho em qualidade de vida. O Fisiatra poderá definir o prognóstico (como a doença evoluirá conforme cada paciente), baseado em evidências científicas.
”4.
O Médico Fisiatra define o tratamento e as medidads preventivas visando a recuperação total do paciente ou, quando não é possível, a diminuição do impacto da incapacidade. Para tanto, o Médico Fisiatra, conta com um vasto arsenal terapêutico: a prescrição de medicamentos, de recursos da medicina física (calor, frio, correntes elétricas e exercícios terapêuticos), prescrição de aparelhos de auxílio (órteses, próteses, cadeira de rodas, adaptações para ajudar a atingir a independência funcional). Quando necessário, coordenar uma equipe multidisciplinar que inclui vários profissionais da área da saúde tais como: enfermeiros, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, psicólogos, fonoaudiólogos, nutricionistas, técnicos em órtese e prótese, assistentes sociais, educadores físicos, engenheiros e outros.
”5.
A toxina botulínica é uma proteína produzida por bactérias (Clostridium botulinum) que tem a propriedade paralisar os comandos enviados pelos nervos para fazer contrair músculos. Isto provoca relaxamento muscular prolongado. Em um contexto adequado, em doses e realizado por um médico habilitado, consegue resultados excelentes para pacientes com espasticidade (contração anormal de músculos decorrentes a lesões em medula ou cérebro), tremores ou excesso de suor.
”6.
A Dor é uma experiência universal e individual complexa que envolve o estímulo que desencadeia,  sensibilidade individual, sistema nervoso, reações psicológicas e herança cultural. Tudo isso resulta em uma sensação desagradável, muitas vezes intensa, que podem juntar ao sofrimento. Em alguns casos de dor crônica ela por si só pode gerar mais dor e transformar em doença.
”7.
Depende de cada caso e evolução do mesmo. Recomenda-se consultar com o Médico Fisiatra e se tiver indicação pode sugerir procedimentos como: infiltrações, bloqueios anestésicos, agulhamentos secos, intradermoterapia, bloqueios com toxina botulínica, bloqueios fenólicos, quiropraxia, hipinoterapia, terapias comportamentais entre outros.
”8.
Acupuntura é um método terapêutico originária da China que se caracteriza pela inserção de agulhas na superfície do corpo para tratar doenças e promover a saúde. Pode ser complementados por outras técnicas da medicina tradicional chinesa como mocha e auriculoterapia. Ela é reconhecida como especialidade médica desde 1995 pelo Conselho Federal de Medicina.
”9.
O campo de atuação da Acupuntura é amplo, devido a sua própria natureza e mecanismo de ação de estimular terminações nervosas, regula e harmoniza o funcionamento do organismo como um todo. Estudos mostram boa eficácia em disfunções neurológicos e ortopédicos, ansiedades, depressão, entre outros.
”10.
Não, pois na grande maioria das vezes, a associação da Acupuntura com outras formas de tratamentos é benéfica para o paciente. Não é recomendado fazer quando há lesões graves de pele ou outros casos específico. Sugerimos consultar um Médico Acupunturista para tirar essas dúvidas específicas.

Como posso acompanhar as novidades?

Além de visitar o nosso blog, pode ser pelos feed de RSS ou perfil no Facebook.

Tem alguma outra dúvida?

Há vários artigos no blog que podem esclarecer a maioria das suas dúvidas, também pode deixar um comentário. Se mesmo assim persistir, entre em contato pelo nosso canal exclusivo.

  Envie um email!